Publicado em Deixe um comentário

Candidíase | Sintomas e Tratamento Natural

Tratamento Natural para candidiase e sintomas

O que é Candidíase ?

Se caracteriza por uma infecção causada em 90% dos casos pelo fungo Candida albicans e afeta os orgãos genitais femininos e masculinos, além da região oral, unhas, pele , intestino e corrente sanguínea . 

Sintomas da Candidíase genital :

  • coceira
  • dor e vermelhidão
  • dor na relação sexual 
  • ardência ao urinar 
  • corrimento branco
  • cheiro forte
  • rachaduras e feridas no pênis

Sintomas da candidíase oral ou esofágica :

  • Manchas brancas na língua e boca
  • Dificuldade para engolir e dor
  • Rachaduras nos cantos dos lábios/boca
  • Ardência e vermelhidão na boca
  • Perda de apetite

Sintomas de candidíase na pele :

  • Descamação
  • Coceira e queimação na região
  • Escurecimento da pele
  • Formação de crostas e erosões

Sintomas de candidíase na corrente sanguínea ( pode ser fatal ) :

  • Articulações inflamadas
  • Vômitos
  • Febre
  • Urina turva
  • Dor de cabeça

Sintomas de Candidíase intestinal :

  • Resíduos esbranquiçados nas fezes
  • Inchaço
  • Arrotos / gases
  • Náuseas
  • Indigestão
  • Diarréia

Causas da candidíase :

  • Disbiose
  • Uso de antibióticos
  • Aumento dos níveis de estrogênio
  • Má alimentação ( consumo excessivo de carboidratos simples/doces)
  • Locais e roupas úmidas
  • Baixa Imunidade

Tratamento natural para Candidíase :

Melaleuca : Pode ser usada como óleo essencial ou chá para fazer banho de assento .

Camomila : Pode ser usada como óleo essencial ou chá para fazer banho de assento .

Orégano : Mesmo em baixas concentrações tem ação contra vírus, bactérias e fungos . Pode ser consumido como chá e seu óleo essencial bem diluído pode ser utilizado para tratar a pele . 

Probióticos : Ajudam a reequilibrar a flora, podem ser consumidos manipulados ou em produtos lácteos fermentados como Iogurte, kefir, kombucha .

Óleo de côco : Rico em ácido caprílico e láurico, que tem propriedades antimicrobianas e antifúngicas .

Própolis : Tem propriedades antifúngicas e bactericidas . 

Suplementos para prevenção e tratamento da candidíase :

Quercetina : Tem propriedades antifúngicas e ajuda a manter o sistema imunológico saudável . 

Ômega 3 : Anti-inflamatório, ajuda a manter o sistema imunológico saudável, prevenindo infecções .

Vitamina D : Associada à exposição solar, ajuda a manter o sistema imunológico funcionando corretamente, prevenindo infecções . 

MultiVitamínicos : Fornecem vitaminas e minerais adicionais à dieta . Não devem ser utilizados como substitutos de alimentos, e sim como complementos para manter o sistema imunológico . 

Como cuidar da imunidade e amenizar os sintomas da candidíase :

  • Manter a Pele seca e limpa
  • Evitar roupas molhadas por muito tempo 
  • Evitar peças de roupas justas
  • Não utilizar antibióticos sem orientação médica
  • Ter uma alimentação equilibrada em nutrientes
  • Beber bastante água
  • Dormir entre 6-8 horas por dia 
  • Fazer exercícios físicos
  • Gerenciar o estresse
  • Apesar de não ser considerada uma DST ( doença sexualmente transmissível), não é recomendado ter relações sexuais durante o tratamento pelo risco de infecção cruzada .

Para saber mais como melhorar sua alimentação e aumentar sua imunidade agende sua consulta online .

Publicado em Deixe um comentário

Sinusite | Sintomas e Tratamento Natural

Tratamento natural para sinusite e sintomas

O que é ?

A sinusite ou rinossinusite é uma inflamação nos seios da face, em particular na mucosa . Essa região do crânio é formada por cavidades ósseas dos olhos, rosto, maçãs e ao redor do nariz onde se acumula muco devido à alguma infecção anterior . Nesse muco podem proliferar bactérias, fungos e vírus . 

Sua causa também pode ser devida a alterações na anatomia nasal, fatores alérgicos ou exposição à determinados produtos químicos . 

Sintomas 

A sinusite pode ser aguda, com sintomas em um período inferior à 12 semanas, ou crônica, por um período superior à 12 semanas . A sinusite Aguda geralmente está associada à algum resfriado, e tem a presença de febre . 

  • Perda/redução de olfato
  • secreção/obstrução nasal 
  • Dor/pressão facial
  • Dores de cabeça 
  • Dor de ouvido
  • Tosse e Inflamação na garganta
  • Fadiga/náuseas/irritabilidade
  • Halitose

Tratamento natural :

Óleo essencial de Hortelã Pimenta ou eucalipto – Se você costuma ter sinusite e outros problemas respiratórios, são óleo que  não podem sair da sua casa . Ao serem inalados, desobstruem as vias respiratórias e impedem a proliferação de microorganismos nos seios nasais . Ótimos para serem utilizados como tratamento e preventivo . Ajudam a diminuir a pressão e dores na cabeça . 

Óleo essencial de limão – É mucolítico, impede a formação e ajuda na liberação de muco . Adicione à sua rotina para a prevenção da sinusite . Pode ser ingerido ou inalado . 

Cúrcuma/açafrão – Age como anti-inflamatório e tem vários benefícios, não só para a sinusite . Deve ser adicionado à rotina como preventivo à maioria das doenças . Pode ser consumida na comida, em cápsulas ou em pó, como um shot pela manhã . A associação com a Piperina promove melhores efeitos de absorção e potencialidade . 

Gengibre, Alho, Agrião – Agem como anti-inflamatórios,antibacterianas e capacidade antioxidante. Atenuam o mal estar e sintomas como nariz entupido, dor de garganta e coriza. Podem ser utilizados na alimentação diariamente como preventivos e para tratamento na forma de chás.

Vitamica C – Atua diretamente na imunidade, prevenindo gripes e resfriados que podem evoluir para Sinusite .

Soro fisiológico – Adicione à sua rotina essa limpeza e impeça a formação e acúmulo de muco nas vias aéreas .

Suplementação Para prevenção e tratamento de sinusite

Vitamina DAtua diretamente na imunidade e sintomas respiratórios . Deve ser obtida na alimentação, mas é absorvida com a exposição solar .

QuercertinaAntioxidante, anti-inflamatório, existem estudos comprovando melhora no sistema respiratório .

Ômega 3 –  Anti-inflamatório, age na imunidade . Deve ser utilizado por todas as pessoas . A recomendação é de 3g/dia . 

Como amenizar os sintomas da sinusite

  • Priorize uma alimentação saudável
  • Faça atividade física
  • Umidifique o ar 
  • Beba mais água 
  • Dê preferência para refeições quentes e mornas 
  • Descanse o suficiente 
  • Faça a prevenção para evitar crises 
Publicado em Deixe um comentário

Barriga inchada: Descubra o que pode ser como resolver o problema!

Mulher com Barriga inchada

Muitos homens e mulheres sofrem com um problema que interfere na saúde e também na autoestima deles que é a barriga inchada. Ela pode ser causada por uma infinidade de coisas e ser até sintomas de problemas de saúde mais graves. Mas não se preocupe, o fato de ter alguns sintomas não é sinônimo que você está com uma enfermidade crônica.
Neste texto, você vai ter a oportunidade de ler e conhecer um pouco mais sobre os tipos de barriga inchada e como isso pode ser tratado. Lembre-se sempre de procurar um médico, relatar os sintomas e fazer os exames para ter um diagnóstico correto.
Nos próximos tópicos, você vai ter uma ideia sobre essa situação incômoda, mas a certeza é só o médico que pode te dar. Veja!

Barriga inchada e dolorida

Existem uma infinidade de possibilidades para pessoas que sofrem com a barriga inchada e dolorida. Ela pode ser o sintoma de um simples problema de gases, ou, até mesmo, ser o início de uma gravidez.
Tudo vai depender dos outros sintomas, mas, normalmente, quando a pessoa está com a barriga inchada e dolorida é por conta de gases. Esses gases são produzidos a partir do consumo exagerado de alimentos como o feijão, ovos, leite, repolho e, principalmente, o refrigerante.
A barriga inchada e dolorida também pode ser um sinal de diarreia que é um sintoma de outras diversas formas de doenças. Se as duas aparecerem, procure um médico com rapidez para solucionar o problema com agilidade.
Em casos mais graves, a barriga inchada e dolorida pode ser um sintoma da chamada barriga d’água que é uma doença séria e que precisa ser tratada com rapidez. Por isso, a melhor opção é sempre ir ao médico e descobrir quais desses problemas podem ser a causa da sua barriga inchada e dolorida.

Barriga inchada e falta de ar

Por ser um sintoma menos comum, a falta de ar já diminui bastante as possíveis causas da barriga inchada. A que mais ocorre é com as pessoas que possuem intolerância à lactose. Ao consumir produtos com essa substância elas passam a ter uma série de sintomas que incluem a barriga inchada e a falta de ar.
A união desses dois sintomas também pode significar outros problemas mais graves, relacionados ao estômago, fígado e intestino. Em alguns casos é preciso até passar por cirurgias de emergência para resolver o problema. Caso sinta esses dois sintomas, vá imediatamente ao médico e faça os exames para descobrir o motivo deles existirem. Pode ser algo simples, mas a rapidez pode exitar tragédias.
Mulher com Barriga inchada

Barriga inchada e cólica

A cólica pode entrar na mesma turma da barriga inchada com dores abdominais. Isso porque ela, provavelmente, é um sintoma de gases. A dica é quando tiver essa sensação, tome um remédio para gases e veja se o efeito vai ser positivo.
A cólica e a barriga inchada também podem indicar uma gravidez. Isso porque algumas mulheres que estão acima do peso ou que viviam com menstruações irregulares, podem apresentar um simples inchaço e dores parecidas com cólicas durante toda a gravidez. Existem casos até raros de mulheres que deram a luz sem saber que estavam grávidas.
Claro que isso é muito difícil de acontecer, mas pode ser sim um dos fatores de você estar com a barriga inchada e cólica ao mesmo tempo.
A barriga inchada também é sinônimo de gordura localizada e também visceral. A gordura visceral é perigosa, porque ela atua em órgão vitais do corpo humano, como o fígado e o estômago. Se você tem esse problema, busque um endocrinologista, faça uma dieta, pratique exercícios físicos e tente eliminar ao máximo esse tipo de gordura, pois ela é bem perigosa.
Existem até medicamentos que são passados em casos mais graves para diminuir a quantidade de gordura nos órgãos vitais do ser humano.

O que pode fazer a barriga desinchar?

A principal causa de uma barriga inchada é o excesso de sódio e a falta de água. Por isso, para desinchar a sua barriga da forma mais fácil é preciso beber muito líquido – leia-se água e sucos naturais sem açúcar – e fazer uma dieta bem balanceada e saudável.
Além disso, a prática de exercícios físicos vai ajudar no desinchaço da barriga, ainda mais se você consumir muito líquido antes, durante e após as atividades.
Médicos especialistas também indicam medicamentos a depender do motivo da sua barriga inchada. Se for gases, por exemplo, um remédio já vai resolver o seu problema. Em casos mais graves, outros medicamentos são indicados.

O que fazer para desinchar?

Se você quiser desinchar a sua barriga, faça o teste de tomar muito líquido, evitar o consumo de alimentos com bastante sódio e carboidrato, isso inclui a cerveja, e pratique exercícios físicos aeróbicos, como a corrida e a natação.
Esse teste de uma ou duas semanas já pode te mostrar que o problema da barriga inchada é somente os seus hábitos não saudáveis. Caso os problemas persistam, procure um médico para realizar os exames corretos e descobrir o motivo real da barriga inchada.
Se tiver gostado deste texto sobre barriga inchada, compartilhe-o com seus amigos que sofrem do mesmo problema!

Publicado em Deixe um comentário

Labirintite: Tem cura? Quais são os sintomas? Saiba aqui!

Labirintite

Ouvimos falar de várias doenças, todos os dias. Alguns nomes se tornam bem comuns, mas mesmo assim nem sempre a gente sabe direito do que se trata e como identificá-las. Causas, sintomas, fatores de risco. São muitas informações e sem conhecê-las não sabemos quando chega à hora de ir ao médico. Por isso hoje vamos falar da Labirintite, uma doença que muita gente já ouviu falar, mas nem todo mundo realmente entende. Quer saber mais?

O que é labirintite?

A Labirintite, também conhecida como otite interna, é uma infecção ou inflamação que afeta a estrutura interna do ouvido, o labirinto, afetando a audição e o equilíbrio. Seus sintomas são mais presentes nos primeiros quatro dias, ou seja, no início da infecção. A doença causa tonteiras e zumbido no ouvido, entre outros sintomas. É mais comum que ela se manifeste em pessoas com mais de 40 anos.

Por que afeta o equilíbrio?

Nosso ouvido interno é formado por duas estruturas: a cóclea e o vestíbulo. Os dois juntos formam o que chamamos de labirinto. A cóclea é responsável pela nossa audição, enquanto o vestíbulo é responsável pelo nosso equilíbrio. Essas estruturas se afetadas de alguma maneira, podem levar a sintomas como surdez e desequilíbrio.

Causas

São várias as causas que podem levar a labirintite. As principais estão relacionadas à inflamação no ouvido interno. Porém, também é importante dizer que a labirintite pode ser um sintoma de doenças mais graves, por isso é uma condição que requer atenção.

Entre as causas que levam a labirintite podemos citar:

  • Infecções virais, como por exemplo, gripes e resfriados.
  • Infecções bacterianas
  • Doenças como hipertensão e diabetes
  • Alterações bruscas de pressão no ouvido
  • Uso de medicamentos que podem afetar o ouvido interno
  • Doenças neurológicas
  • Estresse e ansiedade

Sintomas

Entre os sintomas da labirintite estão:

  • Tontura
  • Zumbidos no ouvido
  • Dificuldade em focar os olhos
  • Náuseas
  • Perda do equilíbrio
  • Audição afetada
  • Queda de cabelo
  • Sudorese

Alertamos que ao sinal dos sintomas citados você deve procurar um médico e informá-lo, principalmente se os sintomas forem recorrentes e duradouros.

Labirintite

Labirintite tem cura?

Desde que o tratamento seja feito corretamente, sim a doença tem cura. Para isso é necessário que se procure um médico para que ele possa diagnosticar a causa que levou a labirintite e assim indicar o tratamento mais adequado. Porém, a inflamação pode voltar a ocorrer, pelo mesmo fator ou por fatores distintos.

Fatores de riscos

Alguns fatores e hábitos podem aumentar as chances de se desenvolver a doença. Fatores como: colesterol alto, hipoglicemia, consumo excessivo de álcool, cafeína, cigarro e também o uso de drogas, alimentação ruim, jejum prolongado, consumir muito açúcar, podem contribuir para que a doença se apresente independentemente da idade.

É possível prevenir a labirintite?

Sim é possível. Alguns hábitos podem ajudar a controlar os fatores de risco e assim contribuir para que a doença não apareça. Hábitos como adotar um estilo de vida mais saudável, evitar o álcool, a cafeína e o cigarro. Fazer atividades físicas, que, entre vários benefícios, ajudaram a controlar o colesterol. Alimentar-se bem, não ficar em jejum por grandes períodos de tempo, não exagerar no sal e no açúcar.

Remédios

Vários tipos de remédios são indicados no tratamento da labirintite. Vasodilatadores, labirinto-supressores, remédios que atuam nos sintomas como a náusea e o mal-estar. Alguns dos remédios utilizados no tratamento são:

  • Meclin – Indicado para tratar a tontura e as náuseas
  • Vertizini – Para problemas com equilíbrio, vertigens e tonturas causadas por labirintite
  • Prometazina – anti-histamínico que proporciona alívio de náuseas e vômitos

 

E você? Tem alguma dúvida a respeito da labirintite? Deixe um comentário!