Publicado em 1 comentário

Remédios caseiros para gripe: Saiba quais funcionam mesmo!

A gripe é uma doença comum que atinge
milhões de pessoas de todas as faixas etárias. No entanto ocorre com mais frequência nos bebês de 0 a 3 anos e nos idosos acima de 60 anos, pois esses grupos possuem a imunidade mais baixa e estão mais propensos a pegar os vírus que causam essa doença.

Nas farmácias existem diversos remédios que são ditos “curador da gripe”, porém eles não curam realmente a gripe, apenas aliviam os sintomas causados por ela. Contudo ficar tomando esses remédios “para gripe” com muita frequência pode prejudicar seu organismo e fazê-lo não responder mais a esse tipo de medicação. Assim é necessário buscarmos outra alternativa para aliviar os sintomas da gripe através dos remédios caseiros.

Remédios caseiros para gripe funcionam mesmo?

Uma coisa que ninguém deve ter falado para você ainda e que provavelmente nunca falará é que não existe remédio para curar a gripe. Os remédios que você compra na farmácia aliviam apenas os sintomas da doença diminuindo seu mal estar. O único jeito de acabar com a gripe é através da ingestão de muita água. Porem você também pode optar por alguns remédios caseiros, que muitas vezes funcionam melhor do que os remédios comprados.

Então a resposta é sim. Pode tomar remédios caseiros, pois eles funcionam e são ótimos para aliviar os sintomas da gripe. Se você ainda não conhece nenhuma receita de remédio caseiro para esse fim, continue lendo esse post que nós te ensinaremos algumas ótimas receitas de remédios caseiros para a gripe.

remédios caseiros para gripe

Receitas de remédios caseiros para gripe:

Mel e limão

Uma ótima dica para quem está em busca de aliviar os sintomas da gripe é faze um chá de limão com mel, ele ajuda a descongestionar o nariz e a garganta a fim de melhorar a respiração. Veja a receita a seguir:

Ingredientes:

1 limão grande;

2 colheres de sopa de mel;

1 copo de água fervendo.

Modo de preparar: Faça o suco de um limão. Adicione as duas colheres de mel à água fervendo e mexa bem. Em seguida acrescente o suco de limão a essa mistura. Deixe esfriar por alguns segundos e beba o chá ao longo do dia. É recomendável que você tome o chá por 3 dias seguidos, ou até durar os sintomas da gripe.

Alho

Outra dica de remédio caseiro para aliviar os sintomas da gripe é através do alho. Pode parecer estranho, mas essa receita funciona mesmo!

Ingredientes:

4 cabeças de alho;

1 copo de água fervendo;

1 colher de sopa de mel.

Modo de preparo: Pique as cabeças de alho em pedaços bem pequenos, e acrescente-as a água fervendo, deixe por alguns minutos, depois acrescente o mel, mexa e desligue a mistura. Espere esfriar. É recomendável tomar essa mistura três vezes ao dia.

Canela

A canela quando preparada de forma adequada também pode ser um aliado contra os sintomas da gripe, principalmente a tosse.

Ingredientes:

1 colher de sopa de canela em pó;

1 colher de sopa de mel.

Modo de preparo: Derreta o mel em banho maria ou no microondas, acrescente a canela ao mel e mexa até virar uma mistura homogênea. Consuma essa mistura durante cerca de 3 dias e terá o alívio dos sintomas da gripe.href="https://woo.com"

Gengibre

Ingredientes:

4 rodelas de gengibre;

1 limão;

1 pau de canela;

1 colher de sopa de mel;

½ litro de água.

Modo de preparo: Corte o limão em rodelas e pique o gengibre em pequenos pedaços. Coloque esses ingredientes em uma panela e acrescente a canela e a água. Deixe ferver desligue e acrescente o mel. Mexa e deixe esfriar.

Os remédios caseiros funcionam para qualquer tipo de pessoa (que não tenha alergia a nenhum dos ingredientes), pois eles são preparados na maioria das vezes com ingredientes naturais e que são benéficos a saúde. Por isso, crianças e mulheres grávidas podem fazer uso desse tipo de remédio.

As crianças e as gestantes são grupos de risco, por isso precisam tomar cuidado na hora de tomar qualquer medicamento caseiro ou não. As quatro receitas acima são indicadas tanto para os bebês quanto para as mulheres grávidas, contudo, caso haja um efeito colateral é necessário procurar um médico imediatamente.

E você, já fez uso de alguma dessas receitas caseiras para curar a gripe? Deu certo? Você conhece outra receita caseira para curar a gripe além das ditas acima? Deixe nos comentários para que outras pessoas possam aprendê-las também!

Publicado em 3 comentários

Remédios para emagrecer: Saiba quais são os principais!

Remédios para emagrecer

Na busca por emagrecer muitas pessoas recorrem a todas as opções que podem, seja dietas, exercícios físicos, cirurgias ou remédios. Porém existem muitas dúvidas sobre o uso de remédios, conhecidos como inibidores de apetite, no processo de emagrecimento.

Qualquer remédio para emagrecer deve ser prescrito por um endocrinologista e utilizado aliado a uma dieta balanceada, não adianta tomar remédios para emagrecer e ter uma alimentação desregrada, pois os medicamentos podem auxiliar na perda de peso, mas não fazem milagres. Os médicos são optam por receitar remédios para emagrecer quando  mudanças na alimentação e prática de exercícios não estão resolvendo, então eles inserir a medicação como forma de ter mais um auxilio no tratamento.  Geralmente isso ocorre quando o índice de massa corporal (IMC) continua superior a 29,9, mesmo após o tratamento com reeducação alimentar, então é indicado o uso de remédios para ajudar no processo de emagrecimento.

Se você tem interesse em saber mais sobre o assunto, continue lendo esse artigo! Vamos falar sobre os remédios para emagrecer a seguir!

Remédios para emagrecer são todos iguais?

Apesar de buscarem o mesmo o resultado, o emagrecimento, os remédios para emagrecer estão divididos em três grupos principais:

Anorexígenos

Inibem o apetite, e tem em sua composição de substâncias conhecidas como anfetaminas. São exemplos deles a anfepramona, o femproporex e o manzidol essa classe é utilizada apenas quando as outras duas não obtiveram sucesso, já que ela apresenta mais riscos de efeitos colaterais.

Sacietógenos

Reúnem os medicamentos que agem no estímulo da sensação de saciedade, ou seja, o indivíduo sente fome, mas com uma porção menor de alimentos fica satisfeito, parando de comer mais cedo. A sibutramina é a mais conhecida do grupo, e que pode ter ação secundária para o emagrecimento: o aumento do gasto energético.

Inibidores de absorção de gordura

É representado apenas pelo Orlistat e o Cetilistate. Não restringe o apetite, pois não atuam no cérebro ou no sistema nervoso. Eles atuam na inibição da absorção intestinal de cerca de 30% da gordura ingerida. Com um bom controle de ingestão de gorduras, podem representar uma ajuda significativa, mas, ao comer demais, a tendência é não perder peso, porque os 30% de gorduras que deixam de ser absorvidas podem não ser uma deficiência calórica suficiente para a perda de peso.

Existem efeitos colaterais? Quais são eles?

Primeiramente os remédios para emagrecer sempre devem ser prescritos por médicos que irão acompanhar todo o processo de emagrecimento do paciente. Remédios para emagrecer nunca devem ser tomados por conta própria, pois cada tipo de remédio tem um efeito colateral específico. Saiba quais são esses efeitos de acordo com o grupo em que o medicamento para emagrecer está inserido.

Anorexígenos: Podem causar irritabilidade, insônia ou sono superficial, tremores, depressão ou se alternam períodos de estímulo com períodos de depressão, aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca. Todos os efeitos estão ligados ao sistema nervoso e cardiovascular, áreas onde os anorexígenos têm efeito.

Sacietógenos: Aumentam a sensação de saciedade,  insônia ou sono superficial, agitação, irritabilidade .

Os inibidores da absorção de gorduras: Apresentam efeitos colaterais quando a ingestão de gorduras for exagerada. Provoca diarreia com fezes pastosas ou líquidas, podendo até eliminar gotas de gorduras depois de refeições mais pesadas.

Principais remédios para emagrecer

Mas, depois dessa explicação mais técnica, você deve estar se perguntando quais são esses remédios para emagrecer que são encontrados nas farmácias. Veja os principais a seguir:

  • Sibutramina
  • Orlistat
  • Saxenda
  • Femproporex

Remédios naturais para emagrecer

Além dos tradicionais remédios vendidos nas farmácias, os remédios naturais para emagrecer também ganham muitos consumidores e consumidoras já que são uma alternativa mais saudável e com menos efeitos colaterais. Além disso, a maioria deles não possui contra indicações, o que aumenta ainda mais o seu número de usuários.

Dentre os remédios naturais para emagrecer, existe alguns deles que merecem a nossa atenção e que valem a pena citar neste artigo. Vamos falar de cada um deles a seguir:

Chás para emagrecer

Outro artifício natural que as mulheres estão recorrendo com frequência em busca do emagrecimento são os chás. Acontece que os chás emagrecedores já estão presentes na vida das mulheres, e sem dúvidas você já conhece alguém que use aquela receitinha da vovó para perder peso. Dentre os principais chás para emagrecer e os mais populares nos dias de hoje, podemos citar o chá de hibisco, que funciona como diurético. Além disso, existe o chá verde, que também ajuda a eliminar a retenção de líquidos.

Coaching de Emagrecimento

Uma terceira alternativa de emagrecimento natural que surgiu nos últimos anos e que tem se tornado tendência são os coaching de emagrecimento. Para mais informações mande um email para contato@larissascharf.com.br

Esperamos que você tenha gostado do artigo de hoje. Se você já usou qualquer um desses remédios para emagrecer, conte pra gente nos comentários como foi a sua experiência e se você realmente conseguiu perder peso! Até a próxima!