Publicado em 7 comentários

TDAH: TUDO que você precisa saber sobre esse transtorno está aqui!

Muita gente ouve falar sobre TDAH ou justifica alguns comportamentos (principalmente de crianças) como sendo causa desse transtorno, mas existem muitos mitos que confundem as pessoas e dificulta tanto o diagnóstico quanto o tratamento.
É importante dizer que assim como outros transtornos, o TDAH não tem cura, mas existe tratamento, como falaremos no artigo de hoje.
Também vamos falar dos sintomas, remédios e tirar as principais dúvidas sobre esse problema que começa na infância e pode durar a vida inteira.

O que é o TDAH?

TDAH é a sigla para Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade, e é um transtorno neurobiológico, ou seja, com causas genéticas e alterações na região frontal do cérebro (córtex pré-frontal), que é a responsável por essas habilidades e comportamentos.

Quais são as causas?

As principais causas desse problema são o consumo de toxinas durante a gravidez, problemas no desenvolvimento, sofrimento fetal, má alimentação, ferimentos ou má formação, além de problemas familiares e hereditariedade.
Como falamos, o TDAH é um transtorno neurobiológico, e todas essas causas podem afetar o funcionamento do cérebro, fazendo com que o TDAH seja considerado tanto um transtorno funcional quanto hereditário.

Quais os sintomas do TDAH?

tdah imagem

Como o próprio nome sugere, os principais sintomas do TDAH são a falta de atenção e a hiperatividade, que vem acompanhada de impulsividade e inquietude.
A hiperatividade é um sintoma mais comum nos meninos, e a falta de atenção está presente tanto nos meninos quanto nas meninas.
Como esse problema começa na infância, pode ser notada pelos pais pelo comportamento mais agitado e inquieto, falta de concentração, desinteresse e atenção nas brincadeiras e filmes, que causam a dificuldade de aprendizagem, tanto em casa quanto na escola.

Causa dificuldade na aprendizagem?

É muito comum associar esse problema à dificuldade de aprendizagem, mas é importante dizer que essa dificuldade não é causada pelo transtorno, e sim pela dificuldade de manter a atenção e o interesse durante a aula ou estudos.
Nesses casos, existem técnicas específicas que podem ajudar as crianças a minimizar as suas dificuldades, aumentando o desempenho escolar.

TDAH infantil

Como falamos, o TDAH tem início na infância, e o diagnóstico pode ser feito através de uma anamnese (entrevista) feita por um médico especializado, que pode ser um psiquiatra, neurologista ou neuropediatra, sem necessidade de realizar exames laboratoriais.
O TDAH infantil começa antes dos 7 anos de idade, e os sintomas precisam estar presentes em pelo menos duas situações diferentes (em casa e na escola, por exemplo), além de outros critérios de avaliação na hora do diagnóstico.

Tem remédio?

Sim. O tratamento do TDAH inclui o uso de remédios, sendo os mais comuns os estimulantes como a Ritalina, Concerta e o Venvanse (nomes comerciais).
Em alguns casos, também é recomendado o uso de antidepressivos e remédios para melhorar o sono, como o Stavigile, porque a insônia é um dos efeitos colaterais mais comuns da Ritalina, que é o remédio mais usado no tratamento do TDAH.
Apesar de a gente ter citado o nome dos remédios mais usados no tratamento do TDAH, é importante dizer que esse artigo não substitui a consulta médica e que não recomendamos a automedicação, sendo o médico o profissional
responsável por indicar o melhor remédio para cada paciente.
Também vale dizer que apesar de muita gente fazer tratamento natural com vitamina B6, cálcio e magnésio e ácido gama amino butírico (gaba), não existe comprovação científica de sua eficácia.

Pode surgir na vida adulta?

Não. O que pode acontecer é um adulto começar a apresentar os sintomas na vida adulta, ou que os sintomas não sejam notados durante a infância, além da falta de diagnóstico, que era mais difícil antigamente (e por isso o TDAH é considerado um transtorno ou doença nova).

TDAH tem cura?

Não. Como é um transtorno e não uma doença, não existe cura. Vamos falar sobre o tratamento a seguir.

Como deve ser o tratamento?

O tratamento é considerado multimodal, ou seja, precisa da participação de vários profissionais, além de medicação, orientação aos pais e professores, além de algumas técnicas que facilitam a vida da criança, adolescente ou adulto portador do Transtorno.
Também é indicado acompanhamento de um psicólogo, especialmente na Terapia Cognitivo Comportamental, que é o único tipo de Psicoterapia capaz de oferecer benefícios e ajudar nos sintomas do TDAH.
O tratamento  pode ter uma variação na duração, de acordo com o controle dos sintomas.

Suplementos Naturais Nootropicos- Melhore seu desempenho cerebral!


Como vimos quem sofre com TDAH precisa ter certeza dos sintomas, e assim procurar tratamento.  Esse transtorno não tem cura, mas existem alternativas naturais eficientes como :

Onde comprar suplementos nootropicos?

Para comprar seu produto sem sair de casa, com toda segurança e praticidade é muito fácil. Basta você acessar o siteda nossa loja parceira www.suplementosmaisbaratos.com.br.  Por isso é extremamente importante que você realize sua compra unicamente pelo site oficial, isso porque só o site oficial, além do produto original e uma compra segura, uma garantia especial, para uma compra sem riscos, e preços imperdíveis.
Se você nunca comprou online, não se preocupe, o site oficial é seguro, e você pode realizar essa compra com toda praticidade e comodidade.

Benefícios dos suplementos naturais nootropicos para TDAH

Ao realizar sua compra, e receber seu produto, logo você poderá perceber os grandes benefícios que esse produto proporciona. Confira abaixo alguns!

  • Melhora o desempenho mental;
  • Proporciona mais energia e disposição;
  • Aumenta a concentração;
  • Melhora  a capacidade de foco;
  • Melhorar a memória.
  • Aumenta a atenção.

E ai gostou do texto? Então deixe seu comentário!