Publicado em Deixe um comentário

Dieta japonesa: Como funciona? Possui efeitos colaterais? Saiba tudo sobre esse método de emagrecimento rápido!

dieta japonesa

A busca pelo emagrecimento e pelo corpo perfeito faz parte da vida de milhares de pessoas que se encontram insatisfeitas com seu atual tipo físico, e por isso é muito comum que essas pessoas fiquem sempre em busca de uma boa dieta e é por isso que a dieta japonesa começou a fazer tanto sucesso.

Você já ouviu falar na dieta japonesa? Sabe o que é e para que serve essa dieta? Pois então esse artigo é para você, pois a seguir eu irei falar tudo o que você precisa saber sobre ela. Confira!

O que é a dieta japonesa?

A dieta japonesa é uma dieta que visa uma rigorosa mudança alimentar para que a pessoa consiga melhorar a sua saúde e emagrecer. Ela é vista muitas vezes como uma dieta de emergência, pois ajuda a proporcionar uma grande perda de peso em pouco tempo.

Mas é importante que a pessoa saiba que para conseguir obter os resultados desejados com essa dieta ela não pode sair da linha e deverá seguir um plano alimentar muito restrito. No entanto, a dieta japonesa promete a perda de 6 kg a 8 kg por semana.

Como funciona?

Essa dieta funciona de forma bem restrita, sendo que você deverá seguir um plano alimentar rigoroso e não poderá desviar dele para conseguir os resultados desejados.

A principal função da dieta japonesa é diminuir a ingestão de calorias drasticamente, no entanto ela não pode ser seguida por muito tempo. O principal foco desta dieta é que você faça apenas 3 refeições ao dia, sendo que elas devem ser feitas em pequenas quantidades e ainda deve ser restrita de proteínas de origem animal e carboidratos.

COMO EMAGRECER RÁPIDO TOMANDO A SOPA MILAGROSA? CONFIRA!

comer saudável

Como montar um cardápio de dieta japonesa?

O cardápio dessa dieta, ao contrário do que algumas pessoas pensam, não é baseado em pratos japoneses e sim em alimentos menos calóricos, como as frutas, verduras e legumes.

Confira abaixo uma excelente opção de cardápio para você seguir por uma semana.

Segunda-feira

  • Café da manhã: Chá ou café com adoçante
  • Almoço: Dois ovos cozidos com verduras
  • Jantar: Salada de alface com pepino e 1 bife grande

Terça-feira

  • Café da manhã: Chá ou café com adoçante
  • Almoço: Um ovo cozido com cenoura crua e uma fatia de mussarela
  • Jantar: Um iogurte natural e salada de frutas

Quarta-feira

  • Café da manhã: Chá ou café com adoçante e biscoito água e sal
  • Almoço: Um bife grande com verduras
  • Jantar: Presunto

Quinta-feira

  • Café da manhã: Chá ou café com adoçante
  • Almoço: File de peixe frito com tomate
  • Jantar: Bife e salada de frutas

Sexta-feira

  • Café da manhã: Chá ou café com adoçante e biscoito água e sal
  • Almoço: Dois ovos cozido com salada de tomate e alface
  • Jantar: Salada de repolho com chuchu

Sábado

  • Café da manhã: Chá ou café com adoçante e biscoito água e sal
  • Almoço: Um bife grande e frutas
  • Jantar: Dois ovos cozido

Domingo

  • Café da manhã: Chá ou café com adoçante
  • Almoço: Frango assado
  • Jantar: Dois ovos cozidos

bowl dieta japonesa

Possui efeitos colaterais?

Se você vai fazer a dieta japonesa é importante que esteja ciente de que os efeitos colaterais podem aparecer, pois essa dieta é restritiva e irá privar o corpo de receber alguns dos seus principais nutrientes.

Alguns dos efeitos colaterais que a pessoa poderá ter com a dieta japonesa é o enfraquecimento do sistema imunológico, perda de massa muscular, efeito sanfona, perda de líquido e outros.

Além disso, é importante que a pessoa saiba lidar com a fome, pois nessa dieta só é possível fazer 3 refeições ao dia, ao contrário das dietas tradicionais em que o indivíduo deve comer de 3 em 3 horas.

Veja algumas dicas para fazer dieta japonesa

Algumas dicas para você que deseja fazer a dieta japonesa são:

  • Consuma alimentos que ajudem a acelerar seu metabolismo
  • Beba pelo menos 3 litros de água ao dia
  • Tenha metas
  • Não pule as refeições, pois você só irá se alimentar 3 vezes ao dia
  • Faça exercícios físicos diariamente

Emagrece mesmo?

Sim, a dieta japonesa emagrece mesmo. Pois, é uma dieta que restringe a quantidade de calorias que são consumidas. Além do mais, nessa dieta a pessoa irá fazer apenas 3 refeições ao dia, ou seja, irá comer bem menos que o de costume, por isso é possível perder vários quilos em apenas uma semana.

Publicado em Deixe um comentário

Dieta japonesa

dieta japonesa

Quem acha que vai passar uma semana comendo sushi e algas pode ficar um pouco decepcionado com a chamada dieta japonesa. Embora culinária japonesa seja tida como uma das mais saudáveis do mundo, se baseando majoritariamente em carne de peixe, arroz e algas, a dieta japonesa é bem mais próxima da alimentação ocidental. Prometendo dispensar até oito quilos em uma semana, esse é outro regime associado à Universidade de São Paulo, que revela não ter qualquer vínculo com esse tipo de alimentação. Leia e conheça mais sobre esse método de emagrecimento.

Como é feita?

Na dieta japonesa primeiro deve-se estipular uma meta de quantos quilos se quer perder, e depois se segue um cardápio pronto de segunda a domingo. O cardápio consta com três refeições por dia, tomando chá, comendo meia fruta ou porções de salada de folhas entre elas para diminuir a fome. Há baixo consumo de calorias, com ênfase na ingestão de proteínas através de carne e ovos. O resto das refeições costuma envolver saladas, biscoitos água e sal e chá, e esse cardápio não deve ser seguido por mais de sete dias.

Por que o aumento da proteína?

De estrutura mais complexa que os carboidratos, degradar a proteína durante a digestão gasta cerca de 30% mais energia e muito mais tempo, o que aumenta a sensação de saciedade. Em uma dieta hipercalórica, o aumento da ingestão de proteína leva ao crescimento e desenvolvimento muscular, quando acompanhada de atividade física intensa. Portanto a dieta japonesa é indicada para quem precisa aumentar o consumo de proteinas.

Cardápio da dieta japonesa

Segunda:

  • Café da manhã – café ou chá com adoçante;
  • Almoço – dois ovos cozidos, verduras;
  • Jantar – bife grande, salada de pepino e alface.

Terça:

  • Café da manhã – café ou chá com adoçante, um biscoito água e sal;
  • Almoço – verduras, frutas, um bife grande;
  • Jantar – Apenas presunto até sentir saciedade.

Quarta:

  • Café da manhã – café ou chá com adoçante,um biscoito água e sal;
  • Almoço – dois ovos cozidos, o quanto quiser de salada de tomate;
  • Jantar – salada de repolho, cenoura e chuchu até sentir saciedade.

Quinta:

  • Café da manhã – café ou chá com adoçante, um biscoito água e sal;
  • Almoço – um ovo cozido, cenoura crua ou cozida à vontade, uma fatia de queijo mussarela;
  • Jantar – salada de fruta à vontade, um iogurte natural.

Sexta:

  • Café da manhã – café ou chá, biscoito água e sal;
  • Almoço – o quanto quiser de tomate, um filé de peixe frito;
  • Jantar – um bife e salada de frutas até sentir saciedade.

Sábado

  • Café da manhã – café ou chá, biscoito água e sal;
  • Almoço – frango assado até sentir saciedade;
  • Jantar – dois ovos cozidos.

Domingo

  • Café da manhã – café ou chá, biscoito água e sal;
  • Almoço – bife grande, frutas até sentir saciedade;
  • Jantar – o que quiser dentro os alimentos permitidos.

Considerações

Essa dieta pode causar carências nutricionais por conta da alimentação extremamente restritiva. O peso perdido na verdade se trata de água e massa magra, e o corte quase total de carboidratos favorece o aparecimento de sensação de fraqueza, cansaço e aumenta a probabilidade de desmaios. Pessoas que fazem exercício físico com frequência ou intensidade não devem fazer a dieta japonesa.